segunda-feira, 9 de maio de 2011

Vem


O meu amor foi embora
Esses olhos que me déspem
Ele se contorce inteiro quando apareço
E me faz rir instântaneamente.Como Chanel com ares de superioridade.
Suas mãos quando se juntam, fazem estragos pelo (meu) corpo. Saborosas, pesadas.
Então padeço com a contra palma sobre a testa, como no cinema.
Ele agora tão viríl, me protege dos meus próprios ataques.

O meu amor foi embora
Eu sou única...dele
Idem
Todos coxicham quando ele volta
E me fazem rir espontâneamente
Seu corpo vem cada vez mais forte
Tudo é luz. Todo em curvas.
Eu danço seguindo seus passos

Vê se me traz você de volta
Que meu bolsinho (vermelho) está vazil
O meu amor foi embora

3 comentários:

  1. Que frio na alma, capitulina!
    Fantástico!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, quantas sensações nessas entrelinhas!!
    Que ele se vá, mas volte sempre...

    Bjos Luxuriosos

    ResponderExcluir
  3. anazézim está aberto. seu pedido foi aceito.

    ResponderExcluir